14:00-14:40
Generating Evidence in Private Practice

Brennen McKenzie

Generating Evidence in Private Practice

Nota: Esta comunicação será remota, pré-gravada e legendada.

SUMÁRIO

Production of the scientific evidence underlying veterinary practice has traditionally been limited to veterinarians in universities and the animal health industry. The limited capacity for research in these institutions limits the quantity of evidence available. Academics frequently choose research topics that are not directly relevant to the needs of vets and patients in general practice. Research done in populations at university hospitals may also not always be applicable to the general pet population.

Involving private practice veterinarians in producing scientific evidence can improve the quantity and relevance of the evidence available. Research activities also benefit the practitioner, promoting personal and professional development, improving client confidence in the expertise of practitioners, and potentially generating additional revenue. Realizing these benefits requires overcoming the barriers to evidence production in practice, including limited time, knowledge, and resources. This presentation discusses these benefits and barriers and highlights ways practitioners can become involved in evidence generation.

14:40 - 15:10
Ferramentas para avaliar a credibilidade de uma publicação científica

Manuel Magalhães Sant'Ana

Ferramentas para avaliar a credibilidade de uma publicação científica

De uma profissão eminentemente prática que recorria a abordagens empíricas aos seus desafios, a medicina veterinária assenta hoje em extensa evidência científica que rapidamente chega aos profissionais no terreno. Parte da responsabilidade por esta evolução deve-se à revolução tecnológica, nomeadamente ao modelo de publicação científica de acesso livre (Open-Access, OA). A expansão brutal do modelo OA trouxe consigo um fenómeno que, apesar de já existir no passado, se mantinha circunscrito a alguns meios académicos marginais: as falsas publicações científicas ou predatórias. Com esta apresentação, vamos apresentar ferramentas para o médico veterinário distinguir uma revista científica de uma revista predatória e saber avaliar a credibilidade de uma publicação científica.

15:10 - 15:40
Aprender a identificar a relevância de um artigo científico

Nuno Henrique Franco

Aprender a identificar a relevância de um artigo científico

Em biomedicina, muito raramente um só artigo científico poderá oferecer evidência suficiente, seja de um agente patogénico, de um processo metabólico ou da eficácia de qualquer terapia. A este respeito, investigadores e clínicos deverão antes confiar na síntese de evidência proporcionada pelas revisões sistemáticas e meta-análises. Contudo, o recente crescimento exponencial de ‘preprints’ sobre supostas terapias contra a covid-19 (e a precipitada disseminação nos media de informação pouco credível tirada dos mesmos) mostrou que a fidedignidade de cada artigo deve também ser avaliada individualmente, de forma a aferir se cumpre sequer os mínimos de qualidade exigíveis para serem incluídos nas referidas sínteses. Nesta apresentação irei cobrir quais elementos são essenciais para avaliar publicações científicas e saber quais descartar imediatamente e quais cumprem padrões mínimos para merecerem maior atenção, ou pelo menos até prova em contrário.

15:40 - 16:10
Regras de elaboração de um questionário de investigação

Isilda Rodrigues

Regras de elaboração de um questionário de investigação

A qualidade de qualquer investigação depende, em parte, da qualidade dos instrumentos de recolha de dados utilizados. Pretendemos por isso, nesta comunicação, apresentar as várias etapas do processo de elaboração de um questionário. Iremos orientar a nossa abordagem seguindo os parâmetros que consideremos essenciais, a saber: os objetivos e hipóteses da investigação, as seções do questionário, as perguntas do questionário, as escalas de resposta e os métodos de análise de dados. Para além da construção abordaremos também duas importantes características dos instrumentos de medida: a validade e a confiabilidade. 

A experiência tem demostrado que os benefícios resultantes de instrumentos bem concebidos podem ser substanciais em termos da qualidade da informação recolhida.

“É fácil elaborar um questionário, mas não é fácil elaborar um bom questionário”.

16:10 - 16:40
E quando a evidência científica não existe? Conhecimento empírico, extrapolação e Expert Knowledge Elicitation (EKE)

George Stilwell

E quando a evidência científica não existe? Conhecimento empírico, extrapolação e Expert Knowledge Elicitation (EKE)

Nem sempre o raciocínio e as decisões médicas podem ser suportadas por evidência científica objectiva, precisa e comprovada. Em muitos momentos, o médico ou médico-veterinário tem de decidir baseando-se em observações e na sua experiência pessoal. 

Este tipo de conhecimento pode surgir sob duas formas: empírico ou anedóctico. Enquanto que o primeiro pode ser considerado como um passo no sentido da obtenção da evidência científica, já que é verificável e tem características científicas e algum peso estatístico, o segundo resulta do relato de observações e práticas pontuais ou de inferências subjectivas. Uma outra forma de contornar a eventual falta de evidência científica, é através da análise da opinião ponderada de especialistas quanto à distribuição de probabilidades para fenómenos incertos. Este exercício é designado por Elicitação do Conhecimento Especializado (Expert Knowledge Elicitation ou EKE).  Estas três fontes de informação, mais ou menos fiáveis, procuram sugerir soluções para problemas para os quais a ciência ainda não encontrou respostas irrefutáveis mas também podem ser vistas como rampas de lançamento das questões às quais a ciência se terá de dedicar. No entanto, para que sejam úteis neste duplo propósito têm de obedecer a normas e regras que importam discutir e definir.

16:40 - 17:10
Usar a prática veterinária para reunir evidência – a rede Vet-OncoNet

João Niza Ribeiro

Usar a prática veterinária para reunir evidência – a rede Vet-OncoNet

17:10 - 18:00

Mesa Redonda

Reserve o seu lugar